Multimídia
[Agosto indígena] PODCAST: Vozes que Vale(m)!

[Agosto indígena] PODCAST: Vozes que Vale(m)!

O mês de agosto será crucial para o futuro do Brasil – e do mundo, quem sabe. Não um futuro distante, desses de ficção científica, mas um futuro real, tão básico e imediato quanto acordar um dia após outro e ter a certeza de que haverá oxigênio pra respirar e água...

ACMP CELEBRA MAIS UM FRUTO DA SUA LUTA

ACMP CELEBRA MAIS UM FRUTO DA SUA LUTA

Esperar para o povo de Piquiá nunca foi uma opção! Antes do início das obras do reassentamento Piquiá da Conquista, em novembro de 2018, a Associação das Moradoras e Moradores de Pequiá (ACMP), buscou dialogar com os governos estadual e municipal para que haja a...

[Comitê Mineração] Cava: mineração em debate

[Comitê Mineração] Cava: mineração em debate

O Cava tem como objetivo contribuir para um debate crítico sobre o modelo mineral brasileiro. Ele é uma parceria entre o Comitê em Defesa dos Territórios frente à Mineração, a Rede de Pesquisa Rio Doce, o Grupo de Pesquisa Terra e o Centro de Referência em Direitos...

Documentário Não Vale a Pena

O documentário “Não Vale a Pena” representa um esforço coletivo com vistas à denúncia das violações de direitos pela mineração, a partir das perdas e sofrimentos causados pela destruição das águas, como também um manifesto de indignação frente às seguidas tragédias,...

Oficina de música populares – Formação Política

A Formação Política é realizada pela rede Justiça nos Trilhos em parceria com o GEDMMA/UFMA, de São Luís. A formação reuni comunidades impactadas pelo corredor de Carajás e promove trocas de experiências entre elas, fortalecendo laços e contribuindo com formação...

“No quilombo quem manda é Iemanjá”

“No quilombo quem manda é Iemanjá”

https://soundcloud.com/user-118292786/as-agua-de-sao-paulo-balanceou Maria Dalva Pires Belfort é quilombola do Território Santa Rosa dos Pretos. Ela é filha de santo e seexpressa lindamente pela música. Neste samba ela fala da importância da água para além de saciar a...

Notícias recentes

Reconhecida com o Prêmio Direitos Humanos e Empresas em 2018, a Justiça nos Trilhos atua desde 2007 no fortalecimento de comunidades no Corredor Carajás denunciando violações dos direitos humanos e da natureza.

Todos os conteúdos do site www.justicanostrilhos.org são sob licenciamento Creative Commons. Os conteúdos podem ser baixados e compartilhados desde que atribuam o crédito sem alterá-los de nenhuma forma ou utilizá-los para fins comerciais.