Mapa das comunidades

A Justiça nos Trilhos (JnT), juntamente com as comunidades e muitos outros atores país afora, vem denunciando as violações cometidas na região do Corredor Carajás pela cadeia da mineração, siderurgia e monocultivos. São mais de 100 comunidades (muitas delas seculares, incluindo povos indígenas e quilombolas) impactadas direta e indiretamente pela cadeia da mineração e o agronegócio nos estados do Maranhão e Pará. ⁣

Please wait while flipbook is loading. For more related info, FAQs and issues please refer to DearFlip WordPress Flipbook Plugin Help documentation.

Reconhecida com o Prêmio Direitos Humanos e Empresas em 2018, a Justiça nos Trilhos atua desde 2007 no fortalecimento de comunidades no Corredor Carajás denunciando violações dos direitos humanos e da natureza.

Todos os conteúdos do site www.justicanostrilhos.org são sob licenciamento Creative Commons. Os conteúdos podem ser baixados e compartilhados desde que atribuam o crédito sem alterá-los de nenhuma forma ou utilizá-los para fins comerciais.

Translate »