BIO

Justiça nos Trilhos é uma organização dedicada a fortalecer as comunidades ao longo do Corredor Carajás e denunciar as violações aos direitos humanos e da natureza

MISSÃO

Fortalecer as comunidades ao longo do Corredor Carajás e denunciar as violações aos direitos humanos e da natureza, responsabilizando a Vale e o Estado, prevenindo novas violações e reafirmando os modos de vida e a autonomia das comunidades nos seus territórios.

NOSSA HISTÓRIA

A Justiça nos Trilhos iniciou como uma campanha em 2007, ao longo da nossa trajetória, a nossa missão ganhou proporções, experiências, conquistas e desafios. Confira nesta linha do tempo as nossas realizações ao longo desses anos de atuação:

Linha do tempo

2007
agosto 28

Criação da Campanha Internacional Justiça nos Trilhos

Por respeito e dignidade nos trilhos… Iniciamos nossa jornada de fortalecimemto das comunidades no Corredor Carajás denunciando as violações de #direitoshumanos e da #natureza, como uma campanha em 2007. Ao longo da nossa trajetória, a nossa missão ganhou proporções, experiências, conquistas e desafios. Confira nesta tríade do tempo um pouquinho..Read More
2008
outubro 4

Lançamento da campanha Justiça nos trilhos!

mg_9545-2-2591323
A vida do povo e a Vale ao longo da EFC; Moradoras/es de Piquiá de Baixo em Açailândia (MA) criam referendo para o reassentamento; Primeira ação de criminalização contra a JnT, feita pelo jornal O Liberal, de Belém.
2009
outubro 27

Adesão da JnT ao Observatorio de Conflictos Mineros en America Latina OCMAL

Adesão da JnT ao Observatorio de Conflictos Mineros en America Latina OCMAL
2010
abril 27

1º Encontro Regional das/os Atingidas/os pela Mineração (Pará e Maranhão) – ERAM

Criação da Articulação Internacional das Atingidas e Atingidos pela Vale: caravanas territoriais; dossiê Impactos e Violações da Vale; documentário Não Vale; participação na Assembleia Geral dos Acionistas da Vale; Primeiro relatório da JnT Meninos do Trem e primeira edição da revista Não Vale; 1ª audiência pública em Açailândia sobre os..Read More
2011
julho 27

Cartilha popular Que trem é esse? Guia prático para defender-se das violações da Vale

Publicação do relatório da FIDH Quanto valem os Direitos Humanos sobre as violações da Vale e outras empresas em Piquiá de Baixo e Assentamento Califórnia, em Açailândia (MA) Cartilha popular Que trem é esse? Guia prático para defender-se das violações da Vale Romaria da Terra e das Águas reúne 10..Read More
2012
setembro 27

Vale é eleita a pior empresa do mundo pela Public Eye Awards.

Justiça Federal suspende obras de duplicação da EFC; Vale recorre e consegue continuação das obras de duplicação; Vale é eleita a pior empresa do mundo pela Public Eye Awards.
2013
agosto 27

Conquista do terreno para o reassentamento de Piquiá de Baixo

Comunidades dos municípios Santa Rita e Anajatuba (MA) conquistam acordo para a construção de um viaduto após ocuparem por três dias a EFC; Conquista do terreno para o reassentamento de Piquiá de Baixo; JnT participa da criação da rede Iglesias y Minería, do Movimento pela Soberania Popular na Mineração (MAM)..Read More
2014
maio 27

Seminário Internacional Carajás 30 anos

Participação da JnT na fundação da Rede Eclesial Panamazônica (Repam); Quilombolas de Itapecuru-Mirim (MA) ocupam a EFC por 5 dias e conseguem reunião com a Casa Civil da Presidência da República, para tratar de titulações de territórios Seminário Internacional Carajás 30 anos; Lançamento do documentário, A peleja do povo contra..Read More
2015
junho 27

Assassinato de Raimundo dos Santos, liderança camponesa e conselheiro da ReBio Gurupi.

Denúncia das violações de Piquiá de Baixo na Comissão Interamericana de Direitos Humanos, em Washington (EUA); Ação Civil Pública proposta por JnT e MPF sobre falta de segurança na travessia da EFC; Assassinato de Raimundo dos Santos, liderança camponesa e conselheiro da ReBio Gurupi.
2016
novembro 27

Espetáculo da quadrilha junina Matutos do Rei sobre a luta da comunidade de Piquiá de Baixo.

Quando a luta se tornou dança: Um espetáculo sobre Piquiá de Baixo A arte como ferramenta de defesa dos direitos no Corredor Carajás. Ar. ARte para continuarmos respirando, a arte tem um papel garantido na defesa dos direitos das comunidades impactadas pela cadeia da mineração nos estados do Pará e..Read More
2017
fevereiro 27

Exposição do Rio que era Doce ao outro lado dos trilhos: os danos irreversíveis da mineração

A arte é uma grande ferramenta para difusão da informação. Acreditando nesse papel, a Justiça nos Trilhos experimentou outras vertentes, para além do teatro e da dança: apostou em exposições fotográficas e artísticas, que possibilitam que públicos que vivem outras realidades passem a conhecer, por meio de cada registro exposto,..Read More
2018
dezembro 27

Início das obras do novo bairro: Piquiá da Conquista

Em novembro de 2018, as obras começaram. Todo processo até foi baseado em luta e resistência dos moradores de Piquiá de Baixo junto a outros atores fundamentais no processo de reassentamento Piquiá da Conquista. A Associação Comunitária de Moradores de Piquiá (ACMP) esteve na Caixa Econômica Federal de Açailândia (MA),..Read More
2019
setembro 27

Visita do Relator da ONU em Piquiá e Comunidades da Grande Ilha São Luís: Taim, Cajueiro e estudiosos do Maranhão foram ouvidos

Em missão institucional ao Brasil, o relator especial visitou a comunidade de Piquiá de Baixo (Açailândia – MA), no dia 07 de dezembro. A visita contou com o acompanhamento da Defensoria Pública do Estado do Maranhão (DPE/MA), de representantes da Justiça nos Trilhos, do Centro de Defesa da Vida e..Read More
2020
outubro 27

Live de Lançamento do Relatório

Live de Lançamento do Relatório