Vale Canadá

Vale Canadá deverá pagar US$ 1 milhão de multa pela morte de um trabalhador em 2014

quinta-feira, 27 de outubro de 2016
153 visualizações

Fonte: Financial Post
Tradução: Dário Bossi

Mina Totten da Vale, em Sudbury
Grupo CNW / Vale Canada Limited

A unidade canadense da Vale SA deverá pagar uma multa de US$ 1 milhão, por ter sido considerada responsável por quatro violações em uma lei de segurança do trabalho, referente à morte em 2014 de um trabalhador no setor de fundição da sua usina em Sudbury, Ontário. Foram essas as declarações da própria mineradora brasileira na terça-feira, 25 de outubro.

O governo de Ontário iniciou a ação processual em março de 2015, e a Vale foi declarada culpada no tribunal de Sudbury na segunda-feira (24) de outubro de 2016. Além da multa, a empresa deverá contribuir com mais 25% num fundo para as vítimas de crimes no trabalho.

O incidente na planta de fundição Copper Cliff da Vale, matou Paul Rochette e deixou outro trabalhador gravemente ferido.

É a segunda grande multa paga pela empresa em Ontário desde 2013. Em setembro do mesmo ano, a empresa foi reconhecida responsável por violações à lei de segurança do trabalho depois que dois trabalhadores Jason Chenier e Jordan Fram, morreram esmagados por lama, areia e água na mina Stobie, também em Sudbury.

Naquele caso, a Vale pagou uma multa de US$ 1,05 milhões, mais 25% de sobretaxa, que foi a maior sanção em segurança de trabalho aplicada até aquele momento por um tribunal de Ontário.

Um dos supervisores de turno também foi responsabilizado pelo incidente na planta de fundição em 2014 e deverá pagará uma multa de US$ 3mil.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!