ACMP e Caixa Econômica Federal assinam contrato do projeto de reassentamento da comunidade

segunda-feira, 9 de maio de 2016
250 visualizações

Com a assinatura do contrato do projeto executivo os moradores de Piquiá de Baixo dão mais um passo na concretização do reassentamento

img_0247-57256.jpgNa tarde desta sexta-feira (29), a Associação de Moradores de Piquiá de Baixo (ACMP) juntamente com a Caixa Econômica Federal (CEF) assinaram o contrato do projeto urbanístico-habitacional da comunidade. Esse momento finaliza mais uma etapa do processo de reassentamento das 312 famílias do bairro.

Segundo Antônio Filho, advogado da equipe sócio- jurídica que acompanha Piquiá, a assinatura do contrato dará maior segurança ao processo de reassentamento. “Independentemente da situação política do país, com a assinatura do contrato a gente garante a continuidade do cronograma que já está apresentado e a continuidade das ações do cronograma atual”, explica.

Após a assinatura do contrato entre a CEF e a ACMP deve ser elaborada e aprovada pela CEF uma versão mais detalhada do projeto urbanístico-habitacional, o chamado “projeto executivo”. Em seguida, virá a etapa de construção das casas, que deve iniciar em outubro de 2016, na modalidade de autogestão, tendo a Associação e sua assessoria o papel de coordenar as diversas etapas da obra.

Edvar Dantas, presidente da Associação, demonstrou seu contentamento com essa ocasião. “Nós ficamos muito felizes, porque nós estamos lutando há mais de oito anos para conseguir um momento tão histórico, isso pra mim é importante e para todos nós aqui”, diz.

por Idayane Ferreira

0 Comentários

Deixe o seu comentário!